[RP FECHADA] A day in the park —

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Valentina Rose Underwood em Dom Jun 05, 2016 3:24 am

— a day in
A postagem se passa entre Valentina Rose Underwood, Stephen Marsh Kowalski, Behati Wi. Overwinterlage e Pietro P. Beaumont, estando, então, fechada para quaisquer outros membros que não convidados por eles. Tem como local o Tidal Basin, em Washington. Uma tarde ensolarada, com vento ameno.
the park —

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Valentina Rose Underwood em Dom Jun 05, 2016 6:18 pm

Time could never stop me
A caminhada até a enseada do grande lago artificial era calma. Não estava com pressa, pois logo sabia que estaria correndo em alta velocidade por toda a extensão do local. As árvores com flores brancas e rosas deixavam-na mais calma, o local era de uma paz desenfreada. Pessoas fazendo exercícios, piqueniques na grama e casais nos bancos. O instituto tinha a melhor academia no local, mas a sensação de calmaria daquele lugar era a melhor coisa que poderia encontrar.

Parou no começo da enseada e, observando o lago, começou a se alongar. Os cabelos estavam presos em um rabo de cavalo alto para não atrapalharem durante a corrida, pois necessitava melhorar seu tempo. O instituto os treinava para que pudessem ser os melhores mutantes existentes, mas eles tinham que se esforçar. Se todos se cobravam 100%, Valentina extrapolava e se cobrava o dobro.

Era ruim e a fazia mal, mas quem poderia tirar da sua cabeça que o único jeito de ser boa era ser a melhor? Acabou os alongamentos e então apertou o relógio, começando a contar o tempo. Respirou fundo e então começou a correr em uma velocidade normal, logo começando a ir mais rápido. Não conseguia nem distinguir os rostos que passavam ao seu lado calmamente, pelo fato de estar indo tão rápido.

Só parou depois de alguns quilômetros de corrida, a respiração ofegante, o coração acelerado. Para que não sentisse muito começou a caminhar calmamente, acalmando o corpo. Esperava encontrar alguma barraquinha de sorvete ou de água para comprar, então apenas aproveitou o caminhar enquanto observava as pessoas por ali.
TOM HARDY MADE ME THIS BRACELET



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Stephen Marsh Kowalski em Dom Jun 05, 2016 8:01 pm

S
ad but
True
I'm your hate when you want love
A tarde revelava-se límpida e calorosa. Quase sedutora demais para não ser notada e, particularmente, apreciada. No auge do clima receptivo, Stephen se deu conta de como seria um instante propício para permitir-se uma pausa nos afazeres do dia e dedicar-se simplesmente a um momento de ociosidade, matando o tempo por meio de uma caminhada, por exemplo. Por que não? Os últimos dias haviam sido estafantes. Drenaram uma boa parcela de seu ânimo. Agora que estava ali, no caminho de volta para casa, cruzando o tão deleitável Tidal Basin, a mente o obrigou a se deter. Seus olhos, de aspecto normalmente consumido e opaco, dessa vez brilhavam com iminente entusiasmo.

A enseada parecia-lhe o cenário perfeito para repousar. Quando subitamente desviou-se do sentido da própria residência e pôs-se a transpor o percurso até a orla do lago mais adiante, sentiu a relva perfeitamente aparada sob cada passo, e a simples percepção disso trouxe-lhe uma sensação reconfortante de libertação. Ademais, via-se constantemente agraciado pelas rajadas afáveis do vento. Por fim alcançou a borda que separava terreno da água plácida, experimentando apreciar sua superfície plana e despreocupada. Preencheu os pulmões numa única inalada, e depois exalou todo o ar tremulamente, exibindo um sorriso satisfeito. — Poderia ser assim diariamente — sussurrou naquela voz contemplativa, quase sonhadora.

De repente, brotando com nítida vivacidade, veio-lhe à mente a imagem da amiga. Behati. Uma garota de particularidades admiráveis, embora por vezes enigmática. Ela adoraria desfrutar de uma ocasião como essa, não? Achava que sim. Num ato praticamente instintivo, buscou no bolso da calça o celular. Agindo rapidamente, os dedos começaram a digitar a mensagem a ser enviada.

Steph escreveu:Hey, Beh! Espero que não esteja preocupada com a minha demora. Há uma razão por trás disso. Bem, não vou me delongar muito. Se for possível, senhorita, compareça ao Tidal Basin, okay? AGORA. E, por favor, nada de me falar sobre ocupações. O dia está lindo demais para desculpas. ;) Até breve!

Após despachar o comunicado, Stephen guardou o aparelho de volta ao recinto de sempre e dedicou-se, por mais alguns segundos, a reverenciar a ampla vista panorâmica que o local lhe fornecia. Um verdadeiro oásis paisagístico. Depois disso, ocupou-se em achar um ponto para aguardar a possível aparição da amiga. Virou o rosto de um lado a outro, na busca; adiante, avistou um daqueles longos bancos retangulares apropriados para aliviar-se da tensão momentânea do cotidiano. Sentou-se ali de maneira desleixada, os braços abertos, afastados do corpo, e as pernas esticadas num gesto de desmazelo.  



I'm your dream, make you real

I'm your eyes when you must steal

I'm your pain when you can't feel

Sad but true



Stephen Marsh Kowalski
LIVE AND LET DIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Behati Wi. Overwinterlage em Seg Jun 06, 2016 2:47 am



Behati estava cansada, depois de tantos ensaios fotográficos e gravações da sua série, The Heirs Of Upper East Side. Ela com certeza iria apertar o pescoço de Stephen, por lhe lotar de ensaios fotográficos, quase que consecutivos. Ser famosa, afinal de contas, tinha um preço. Era reconhecida em vários cantos, todos sabiam seu nome, especulavam relacionamentos, principalmente com o empresário, que sempre era visto consigo em premiações, festividades. Mal sabiam eles que o mesmo, era apenas seu melhor amigo, e que morava consigo.

A maior pergunta para si que os tabloides faziam, era sobre a cicatriz nas costas, que ela não tinha nenhuma vergonha. Dizia quase sempre, que no dia do atentado que matou seu namorado, ela tinha sido marcada, com o V invertido nas costas. O real motivo, ela tinha certeza, que se fosse revelado, seria algo mais escandaloso, que ter sido vista com um homem aos beijos em Paris, que era casado. Naquele momento, estava em Washington para mais uma sessão de ensaios fotográficos, já que as gravações da série tinham sido pausadas, por conta de festividades, e eram em Nova York, as locações. Estava jogada na cama, com um livro, quando seu celular começou a vibrar e a tela, a piscar. Leu a mensagem de Stephen, e respondeu apenas um OK, junto com: Depois disso, meu amiguinho, você está completamente ferrado em minhas mãos.

A morena foi para seu armário, começando a vasculhar o armário, pegando uma camisa jeans, uma blusa branca, calça preta, tênis e seu nécessaire. Foi para o banheiro, onde tomou um banho rápido, fez uma maquiagem básica, passara um esmalte azul escuro nas unhas, colocara um chapéu, arrumou o cabelo, e suspirou, colocando os óculos de sol, pegou seu celular e a máquina fotográfica, e começou a andar para fora de sua casa em seguida.

Enquanto andava pelas ruas de Washington, tentava pensar em algo útil, mas uma vez ou outra, parava e com a máquina, tirava uma foto. Seu ritmo era lento, talvez chegasse ao parque, apenas à noite, não tinha pressa nenhuma, já que a cada 500 passos praticamente, ela achava algo que gostava, e tirava uma foto. Quando se deu conta, já estava na entrada do parque, e isso lhe frustrara. Tinha mais lugares que queria ver, e mais fotos que queria tirar.

Assim que entrou, começou a olhar ao redor, para ver se encontrava Stephen. Filho da puta, nem para mandar a localização exata serve, eu mereço... Revirou os olhos enquanto ainda procurava o amigo, e assim que o achou, desligou a máquina fotográfica, e começou a andar um pouco mais apressada, em linha reta, desviando das pessoas em seu caminho. Agradecia também, por seus fãs não estarem a reconhecendo, e não ter que parar a cada 5 minutos, para ou tirar foto ou dar autógrafo, naquele momento, Behati não tinha cabeça para isso.

Quando finalmente chegou perto o bastante de Stephen, começou a gritar. ― Bonjour, docinho! Anda, levanta essa maldita bunda, e me receba direito, vagabundo. Eu não te pago um salário astronômico pra não ser recebida direito. Sua mãe não te deu educação? Sempre se recebe uma pessoa em pé, Não deitada como um vagabundo de vibe drogada. ― Revirou seus olhos castanhos novamente com uma expressão de tédio, pousando uma mão sobre sua cintura, esperando qualquer reação que fosse, do maior.



And Everybody Knows, I'm A Queen And I Rule.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Pietro P. Beaumont em Seg Jun 06, 2016 7:40 am

A Day in the Park
Book, Literature and Bump
The Truth is Hiding in Your Eyes


Assim como a suave brisa vespertina, os intensos raios solares atravessavam as janelas e invadiam o quarto de Pietro, incidindo quase que diretamente sobre a escrivaninha onde o garoto estava debruçado lendo um livro. Se tratava de um romance que o jovem clarividente havia começado a poucos dias, mas devido ao fato de ter usado boa parte do seu tempo livre para a leitura já estava próximo dos capítulos finais. Os olhos cristalinos percorriam as páginas com grande atenção enquanto as palavras se tornavam belas imagens em sua mente, as quais posteriormente deram vida a cenas sublimes e emocionantes. Dentro daquele quarto o tempo não parecia passar, o canto dos pássaros contribuía para o relaxamento e, na visão do mutante, o clima ameno completava o que julgava necessário para tornar aquele um ambiente ideal para o que estava fazendo.

Permaneceu durante algum tempo nessa situação, totalmente concentrado e imerso nas cenas criadas por sua imaginação, até que teve a leitura interrompida pelo repentino toque do seu celular. Pietro chegou a se assustar com aquilo, tanto que deu um leve sobressalto na cadeira antes de atendê-lo. — Alô. — Proferiu, curioso para saber quem era já que não apareceu nenhum nome no identificador de chamadas, porém para sua frustração aquela não passava de uma ligação promocional onde havia a gravação de uma mulher explicando os pacotes e planos de sua operadora. Um baixo suspiro escapou por entre os lábios do garoto, que logo retirou o celular da frente do ouvido e o desligou. Olhou para o jardim do instituto através da janela e depois para o livro sobre a escrivaninha, e foi nesse momento que teve a ideia de sair para dar um passeio naquele lindo e ensolarado dia.

Com um animado sorriso no rosto, Pie se apressou em arrumar os cabelos na frente do espelho, colocar o marcador de páginas entre o livro e levá-lo consigo para fora do quarto e posteriormente do instituto. Ainda não sabia exatamente para onde iria, mas a ideia inicial era encontrar um lugar tranquilo e agradável para que pudesse dar continuidade a leitura, pois já estava quase no fim. Enquanto caminhava pelas ruas, o francês decidiu ir ao Tidal Basin, e sem rodeios mudou o curso de seus passos para lá.

Em poucos minutos Pietro chegou ao seu destino, e a simples visão da natureza local fez com que seus lábios dessem origem um grande e alegre sorriso. Definitivamente teria que voltar um dia só para desenhar aquela incrível paisagem. Olhou para os lados a procura de um banco livre ou alguma outra estrutura semelhante para que pudesse se sentar, mas viu que o mais próximo ficava a alguns metros de onde estava, então abriu o livro e voltou a ler enquanto ia para lá. Por não estar distraído com a leitura, não percebeu a aproximação da moça de cabelos loiros até que esbarrou nela, fazendo com que seu livro acabasse caindo no chão. — Me desculpe. — Disse, mantando um tom de voz baixo e arrependido. — Eu não deveria ler enquanto ando. — Completou, coçando a parte de trás da cabeça um tanto sem jeito. — Ahn... Foi mal mesmo. — Só então notou que já tinha visto ela em algum lugar, só não se lembrava exatamente de onde.

Thanks Tess

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Valentina Rose Underwood em Seg Jun 06, 2016 9:21 pm

A caminhada foi rapidamente interrompida quando viu uma pequena carrocinha de sorvete com crianças ao redor.  Era estranho para Valentina o tamanho da felicidade daquelas crianças, que pulavam e riam animadas, apenas por sorvetes. Sua infância tinha sido completamente diferente daquela. Tentou lembrar de algum momento no qual havia andado por um parque com sua mãe, de ter se animado por um sorvete. Era impossível pois nunca havia acontecido. Após voltar da escola, era mandada direto para a academia de balé, da qual voltava cansada demais para querer fazer qualquer  coisa. Algo que sua mãe parecia apreciar. Uma grande rajada de vento fez algumas crianças correrem, o que a tirou de seus devaneios, fazendo-a caminhar até a carrocinha e comprar um picolé de morango.

Afastou-se do homem, lançando lhe um sorriso educado e procurando um lugar para se sentar e observar o lago calmo. Lembrou-se do pequeno aparelho de música preso no braço e resolveu ouvir alguma coisa para relaxar por completo. A voz de Drake tomou conta de seus ouvidos, fazendo com que soltasse um sorriso discreto e travesso. Se sua mãe ou seu pai vissem Valentina ouvindo “esse tipo de música”, provavelmente teriam um ataque. Para eles a única coisa que tinha algum valor eram músicas clássicas e só. Mas se fosse seguir toda suas vontades nunca teria desistido do balé e vindo para o instituto. O que era um estilo de música perto da rebeldia de deixar os pais controladores para trás? Quase nada...

Os bancos estavam em sua maioria ocupados, o que fez com que Valentina continuasse a caminhar enquanto comia seu sorvete e escutava sua música. Talvez estivesse distraída observando o parque ou a música havia completamente acabado com seus reflexos,  mas só percebeu que havia alguém em sua frente quando chocou-se com ele, fazendo com que rapidamente direcionasse seus olhos a ele, que observava o livro cair no chão de uma vez. A música estava muito alta para ouvir o que ele lhe disse da primeira vez, mas leu o pedido de desculpas em seu lábio. Rapidamente desligou o aparelho no seu braço e voltou a sua atenção para o garoto parado em sua frente. Aquele garoto era extremamente familiar...

O seu sorriso nesse momento poderia ser comparado com algo doce. Não tinha ninguém os observando, então podia achar extremamente doce a vergonha do garoto por ter apenas esbarrado nela.  — Não se preocupe, eu também estava distraída. — falou em um tom educado para o garoto em sua frente.  Enquanto ele mais uma vez se desculpava, lembrou da onde o conhecia. Como poderia esquecer o garoto que estava sempre no jardim do instituto com um livro nas mãos. Rapidamente se abaixou, pegando o livro do garoto que ainda estava no chão e lhe estendeu em um gesto calmo. — Você mora no instituto não é? — perguntou cautelosamente, não querendo assustar o garoto em sua frente. Não eram todos que gostavam de contar que eram mutantes para a primeira pessoa que via em sua frente.

TOM HARDY MADE ME THIS BRACELET



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Stephen Marsh Kowalski em Seg Jun 06, 2016 10:53 pm

S
ad but
True
I'm your hate when you want love
Era exatamente essa sensação de comodidade que ele tanto ansiava. Estar ali, desprendido como um sujeito livre de qualquer afazer, mirando com profunda contemplação a paisagem que lhe tomava o campo visual, fazia romper em Stephen um sentimento genuíno de bem-estar. A mente subitamente tornou-se um lugar menos alvoroçado. Por ora, arrancaria de si qualquer resquício que pudesse trazê-lo de volta à realidade traiçoeira da vida. Preferia fantasiar. Valer-se de momentos assim transmitia um bálsamo à alma.

O súbito vibrar do celular no bolso, porém, extraiu-o daquele instante de entrega à harmonia. Ao remover o aparelho para visualizar a mensagem, um tênue sorriso, quase imperceptível e igualmente involuntário, fez-se presente no canto dos lábios. Uma simples e direta confirmação; típico da natureza de Behati. Ela viria, afinal. Visivelmente satisfeito, guardou-o e por fim retomou a posição desleixada no banco, parecendo, comicamente, aderir ao estilo de um sem-teto necessitado. Ao pensar nisso, um riso breve escapou-lhe.

Embora a atmosfera ao redor fizesse surgir uma impressão de liberdade, o tempo seguia implacável. Minutos transcorreram desde o último contato com a amiga. E mal a constatação manifestou-se, a voz familiar — um tanto exasperada, vale salientar — despontou de algum ponto próximo. Stephen, antes imperturbável, arregalou os olhos sobressaltado; correu-os no sentido da jovem de belos fios negros e pele agradavelmente alva que pairava a uma curta distância. Preguiçosamente, obrigou-se a levantar. Alguns poucos passos o conduziram até ela. Sorria com ar de deboche. — Sempre tão impaciente... — disse ele antes de dar-lhe um abraço afetuoso. — Hey, mocinha. Eu estava apenas apreciando meu instante de folga. Olhe para isso... — A mão indicou o ambiente em volta. — Como consegue ser tão irritadiça quando se está num lugar assim?

Sem prolongar as palavras, tomou-lhe o pulso e encaminhou-a ao banco onde achava-se antes. Sentou-se primeiro, esperando que ela fosse imitá-lo no gesto. — Nem mesmo meu salário astronômico é capaz de me ceder isso tudo. — Dispersou uma risadinha provocativa. — Brincadeiras à parte... Apenas resolvi me dar ao luxo de cessar a rotina frenética, sabe? — O olhar alternava entre Behati e a vista da lagoa. — E achei uma boa ideia compartilhar com você. A propósito, como está? — Repousou a palma carinhosamente em seu ombro. — Parece mais estressada do que de costume.



I'm your dream, make you real

I'm your eyes when you must steal

I'm your pain when you can't feel

Sad but true



Stephen Marsh Kowalski
LIVE AND LET DIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Behati Wi. Overwinterlage em Ter Jun 07, 2016 1:19 am



Behati ficara com a mão na cintura, enquanto esperava que fosse notada por Stephen, reparando no lugar, pegando a máquina fotográfica, a ligando, e tirou uma foto da paisagem. Ela sorriu minimamente. Agradeceu, pelo o primeiro dia livre que tinha em 2 meses de gravações, ensaios fotográficos e entrevistas consecutivas. Isso lhe estressava muito, já que nem os finais de semana, ela tinha livre. Ela iria matar Stephen por lhe atolar de trabalho. Assim que foi notada pelo o amigo, teve de se controlar, para que não gritasse um ‘Finalmente!’. Já tinha tirado pelo ou menos umas dez fotos daquela paisagem, enquanto esperava.

Assim que o viu se levantar, ouviu a fala do mesmo, e riu alto. Quando finalmente teve sua deixa, pendeu a cabeça para o lado esquerdo, analisando-o com cautela. Então, mordeu o próprio lábio inferior. ― Eu não sou impaciente! ― Ela revirou os olhos, o abraçando com força. Riu, quando foi solta, observando a paisagem apontada, após o ouvir novamente, enquanto pensava, e fez uma expressão entediada. ― A culpa é sua, Stephen. Você marca ensaios fotográficos, entrevistas, em dias seguidos, e até nos fins de semana, aí eu fico estressada, e me aguenta com o meu mal humor, então se fode aí. ― Deu um sorriso irônico, seguido de uma piscadela, ainda olhando para a paisagem.

A morena sentou-se, depois que o amigo fez o mesmo, e aproveitou-se, para deixar as pernas sobre o colo dele. ― Essa é a primeira folga que tenho em dois meses, então não me estressa. ― Revirou os olhos, batendo no braço dele, e fechou os olhos, suspirando fundo, ela queria relaxar, enquanto tentava pensar em seus próximos passos para o futuro. Ouviu novamente a voz de Stephen, lhe tirando de seus devaneios, rindo alto, ao ouvir o comentário dele, sobre o salário. ― Nem vem pedindo aumento, Stephen, seu salário é gordinho já. Você que não cuida do seu dinheiro direito. ― Mostrou a língua para ele, enquanto fechava os olhos. A jovem ouvia cada uma das palavras dele, com certa cautela e atenção. Não respondeu de imediato, esperou um pouco, para que o respondesse. Então sorriu. ― Nossa, você tem ideias boas! Que milagre! ― A jovem exibia um sorriso em deboche. ― E meu estresse é culpa sua, por favor. ― Ela revirou os olhos, enquanto ajeitava-se ali. Apenas ligou novamente, sua máquina fotográfica, começando a tirar fotos, de algumas paisagens que via, abrindo um sorriso, uma vez ou outra.



And Everybody Knows, I'm A Queen And I Rule.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Pietro P. Beaumont em Ter Jun 07, 2016 11:23 pm

A Day in the Park
The Iron Maiden and The Clairvoyant
The Truth is Hiding in Your Eyes


Se sentiu infinitamente mais calmo ao notar que a garota em quem esbarrou não havia se irritado com o acidente, e assim que ergueu os olhos para poder fitá-la devidamente, Pietro se deparou com um belo e doce sorriso estampado no rosto da mesma. — O-Obrigado. — Murmurou, sem nem ao menos perceber que retribuiu o sorriso quando ela o entregou seu livro de volta. No instante seguinte, o semblante tímido do garoto logo se misturou com um pouco de curiosidade, o fazendo erguer levemente as sobrancelhas com a pergunta que recebeu. "É isso!" Como um estalo em sua mente, o francês se lembrou de já tê-la visto algumas vezes pelos corredores do instituto.

— Moro sim. — Confirmou, assentindo positivamente com a cabeça. — Já faz um tempinho desde que me mudei para lá. — Concluiu, ainda com o tímido sorriso no rosto. Não era como se saísse por aí falando para qualquer pessoa que era um mutante, até porque sempre teve certo medo de falar sobre esse tipo de assunto fora de Hopenz, mas não teve dificuldade em contar a verdade pois sabia que ela era uma deles. — Você também, né? Lembro de já ter te visto por lá antes. — Cochichou, esperando que suas palavras são estivessem soado assim tão estranhas. A essa altura já havia esquecido quase que completamente da leitura que queria fazer, mesmo tendo indo até lá justamente para isso. — Ah, desculpe a falta de educação. Eu me chamo Pietro, muito prazer. — E todo sem jeito, estendeu a destra em direção a garota para cumprimentá-la.

Depois de devidamente apresentados, o francês correu os olhos pelos arredores em busca de algum lugar vazio, mas ao invés disso se deparou com duas figuras conhecidas: Stephen e Behati. — Ei, Valentina. Gostaria de se sentar um pouco? — Indagou, como se tivesse alguma coisa em mente. — É que eu acabei de encontrar uns amigos meus e acho que poderíamos ir até lá conversar, o que acha? — Explicou, deixando claro o convite para conhecê-los. Aquilo o fez se animar ainda mais com o passeio, pois já fazia algum tempo desde a última vez que os viu e estava com saudades. Não sabia se a loira estava ocupada ou se gostaria de ir falar com eles, mas ainda assim achou melhor perguntar.

Thanks Tess

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Valentina Rose Underwood em Qui Jun 09, 2016 6:14 am

Era extremamente doce que o garoto em sua frente houvesse ficado tão envergonhado por um simples esbarrão que havia acontecido. Não era muito risonha e aberta para muitos dos homens que conhecia em sua vida, porém o garoto não lhe posava como uma ameaça, o que lhe fez deixar os muros que levantava para se proteger e ser apenas simpática e educada com o mutante que via em sua frente. Assentiu com a cabeça ao ouvir o seu agradecimento, continuando a sorrir em sua direção. O garoto agora também lhe sorria, parte da sua timidez ia desaparecendo. Observou enquanto ele processava sua pergunta na mente, percebendo que ela era também do instituto e uma mutante como ele.

Ele lhe respondeu positivamente, sendo aberto por um momento, percebendo que ali não lhe posava uma ameaça. A verdade era que seu humor estava maravilhoso. O cenário e a personalidade do garoto em sua frente deixavam-na estranhamente calma. — Sim, eu te vi pelos jardins algumas vezes... — falou, percebendo que ele não estava lá a tanto tempo como ela, mas não esquecia o rosto de ninguém na multidão. — Sim, eu moro... Já faz um tempo.  É uma pena que nunca tenhamos conversado antes! — falou em um tom simpático, tentando deixar o garoto o mais confortável possível. Pietro era o seu nome. Não sabia, não tinha como saber. Mas talvez voltasse a conversar com ele no instituto para saber mais dele. — Eu sou Valentina, e o prazer é meu. — murmurou enquanto apertava-lhe a mão firmemente.

Por um momento achou que iriam se despedir e seguir seus caminhos, mas o garoto a convidou a se sentar em um dos bancos por ali. Apontou um banco ali perto dizendo que tinha visto alguns conhecidos e que poderíamos conversar. Num dia normal com o seu temperamento normal, ela recusaria. Odiava novas interações. Mas como estava com um ótimo humor, decidiu aceitar. — Claro, seria ótimo! — falou enquanto começava a andar lado a lado do garoto em direção ao banco que já tinha sua metade ocupada por duas figuras. Um homem e uma mulher. Pareciam estar de bom humor e se divertindo, esperava que não os atrapalhasse. Pararam a uma distância educada dos dois sentados no banco, o que fez Valentina lançar lhes um sorriso educado para causar uma boa impressão. Esperou então que Pietro os apresentasse para que pudessem se sentar.

TOM HARDY MADE ME THIS BRACELET



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Stephen Marsh Kowalski em Qui Jun 09, 2016 3:19 pm

S
ad but
True
I'm your hate when you want love
Após receber as merecidas respostas ácidas e repletas de sarcasmo de Behati, Stephen limitou-se a manter o sorriso distraído no cantos dos lábios por alguns instantes. Dadas as circunstâncias, não esperava outra recepção da morena. Em silêncio, lançava olhares ocasionais à amiga, que agora ocupava-se em passar o tempo ali por meio de uma das suas notáveis paixões: a fotografia. Aquilo trouxe ao polonês mais uma dose de bem-estar. De repente sentiu-se satisfeito ao perceber que o convite não fora de todo inconveniente. Mesmo ela estando mascarando o fascínio de achar-se naquele ambiente através do humor genioso, o rapaz de alguma forma sabia o quanto Behati dedicava-se em apreciar as dádivas do Tidal Basin.

Stephen então pôs fim ao período de devaneio, e finalmente expressou-se: — Não posso culpá-la. As últimas semanas têm sido mesmo frenéticas. — Confessar o óbvio pareceu ter-lhe conferido uma mínima porém relevante sensação de conforto. — Eu andei pensando... Talvez umas férias fossem a solução mais produtiva, não acha? Poderíamos gastar uns dias em Las Vegas, por exemplo, naqueles cassinos extravagantes, torrando alguns dólares... — Ao fim das palavras, ele assumiu um semblante que fazia sugerir entusiasmo — sobrancelhas ligeiramente erguidas, olhos cintilando de expectativa. — E prometo não te arranjar nenhum outro serviço por lá. Apenas diversão, se você…

Estava prestes a concluir o pensamento quando, surgindo na extremidade do seu campo visual, um par de sombras pairou sugestivamente próximo. Captou de imediato a atenção de Stephen, que agora corria os olhos no sentido das figuras recém-chegadas. Distinguiu primeiro o rapazote de traços sutis e eternamente receptivos: Pietro, um conhecido não de longas datas, contudo tão confiável como se fosse. A loira ao lado, em contraste, revelava uma fisionomia menos cordial, quase austera, embora exalasse um ar adorável de beleza ao sorrir. Segundos foram dedicados a observá-los, o olhar alternando entre um e outro. Por fim, Stephen retirou delicadamente as pernas de Behati do colo e ergueu-se do banco para recebê-los devidamente. — Pietro! — exclamou com entusiasmo. — Há um bom tempo que não te vejo, garoto. — A mão agora estendia-se na sua direção. — Dando uma volta por aqui também, é? — Enquanto aguardava pela reação do amigo, de repente a atenção de Stephen voltou-se à outra jovem também presente. — E quem seria essa mocinha de feições tão marcantes?



I'm your dream, make you real

I'm your eyes when you must steal

I'm your pain when you can't feel

Sad but true



Stephen Marsh Kowalski
LIVE AND LET DIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Behati Wi. Overwinterlage em Sex Jun 10, 2016 3:04 am



A mente de Behati estava distraída em lembranças de sua vida, antes da fama. Ela suspirou, mordendo o próprio lábio inferior. Lembrou-se de seu namorado, o amor de sua vida. Ela tinha certeza, não amaria ninguém como o amou, e tentar era perda de tempo. Continuou a observar o lugar com cautela, ouvindo as respostas de Stephen, enquanto tirava suas fotos. Pensou em como responderia o mais velho, mas sua mente apenas focava, no passado. Principalmente, Mathias. Seu peito começara a doer.

Stephen, acha que se... Ele estivesse vivo, seria diferente? ― Behati suspirou, ela estava triste naquele momento. ― Sim, ainda tenho pesadelos... ― Ela fechou os olhos, tentando distrair sua mente daquele assunto, mas parecia extremamente complicado. ― E eu sou a favor de férias em Las Vegas... ― A morena suspirou, não tentando pensar demais em seu namorado, já que isso faria com que doesse mais. Sua mente parecia falhar nas tentativas de apagar a lembrança do namorado, já que tinha seis anos que ele falecera, e não passou um dia que ela não tivesse pesadelos, ou se culpasse pelo o assassinato dele. Odiava aquela sensação de culpa, sempre a assombrando, sempre a seguindo. Apenas queria que essa sensação de culpa desgraçada, acabasse.

Enquanto tentava processar aquele lugar, continuando a tirar suas fotos, tentava lembrar-se mentalmente de seus próximos compromissos, depois daquela sua folga em Washington. Ela era excessivamente ocupada, o que a impedia de aproveitar os vários prazeres da vida, mas afinal, o seu trabalho, e seu dinheiro não vinham sem esforço. Não gostava de ficar sem fazer nada, e ter tudo de mão beijada. Trabalhar, lhe era um incentivo, e ter seu próprio dinheiro, era algo que a deixava feliz, pois não seria dependente sempre, de seu pai ou sua mãe, e ela não queria isso para si, incentivaria até, seus filhos, se tivesse, a fazer o mesmo.

Suas fotos eram tiradas assim como ela bebia água, de maneira automática. Ela não prestava atenção ao seu redor e muito menos, prestou atenção quando ouviu Stephen falar um nome, Pietro. Seu foco, era nas fotos. Queria a melhor qualidade possível. Nada além disso, para Behati. A morena continuou a focar em suas fotos, quando percebeu que as pernas foram tiradas do colo de Stephen. Afastou a câmera do rosto, assumindo uma expressão de raiva, mostrando o dedo do meio para ele, e olhou para os dois que se encontravam perto. Só conhecia um, deu um aceno para o garoto, e não se importou muito com a garota, voltando a levar a câmera ao rosto, enquanto tirava as fotos. ― Garota, poderia sair da minha frente? Está atrapalhando minha fotografia. Atrás de você tem um lugar lindo, mas... ― Sorriu com cinismo enquanto esperava que a loira saísse de sua frente.



And Everybody Knows, I'm A Queen And I Rule.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Pietro P. Beaumont em Qua Jun 15, 2016 11:11 pm

A Day in the Park
Strange Presentations
The Truth is Hiding in Your Eyes


Pietro quase pulou de alegria ao ouvir a loira aceitar seu convite, porém se conteve para não acabar pagando mico em público. Limitou-se a expressar toda a animação através de um sorriso, e sem rodeios seguiu para perto dos dois amigos. Chegando lá, o primeiro que se prontificou a recebê-los foi Stephen - sempre educado e cordial. — Stephen! — Apertou a mão do rapaz, alargando ainda mais o sorriso já presente em seu rosto. — A quanto tempo mesmo, sumido. — Riu baixinho e soltou a mão do maior. — Sim, o dia está lindo e por isso decidi procurar um lugar legal para terminar de ler meu livro. — Ergueu e balançou de leve a canhota para mostrá-lo o exemplar do romance que trazia consigo. — Ah, essa é Valentina. Acabamos nos esbarrando por aqui agora a pouco. Literalmente. — Riu de novo ao lembrar da cena, mesmo que na hora tenha sido bastante constrangedor. — E esses são Stephen e Behati. Você já deve tê-la visto na TV e ele é o empresário dela. — Disse, fazendo as devidas apresentações. Não sabia se devia comentar sobre o fato dela também morar no instituto, então optou por deixá-la decidir se contaria ou não.

Não pôde deixar de se sentir um pouco mal pela forma que a morena falou com a outra, e inconscientemente demonstrou o desconforto em um semblante bastante sem jeito. — Não se preocupe, ela é assim mesmo. — Cochichou para Valentina na tentativa de fazê-la não se sentir ofendida. Ele mesmo ainda estava se acostumando com o constante mal-humor da celebridade, mas conseguia relevar com facilidade. — Ahn... E vocês, o que fazem aqui? — Tentou mudar de assunto, alternando o olhar entre Stephen e Behati. — Não queriam desperdiçar esse lindo dia trabalhando, certo?

Thanks Tess

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Valentina Rose Underwood em Sab Jun 25, 2016 3:43 am

A aproximação foi a parte mais fácil da conversa que se seguiu. Valentina seguiu com o sorriso educado enquanto observava o homem de pele clara e cabelos escuros se levantar para cumprimentá-los. Ele primeiro se direcionou a Pietro e então deu sua atenção para ela. A palavra mocinha amargou sua boca por um momento, porém nunca seria rude ao ponto de reclamar por algo tão simples. Pietro apresentou os dois em sua frente, chamavam-se Stephen e Behati. — É um prazer te conhecer! — falou educadamente para Stephen, o sorriso ainda estampado no rosto. A morena que ainda estava sentada no banco não falou nada, então não se prestou a cumprimentá-la. — É verdade, estava apenas correndo e esbarrei em Pietro. Até que foi bom. — falou encarando o garoto ao seu lado que parecia ter um pouco de vergonha pelo fato de ter esbarrado nela. Era engraçado e doce ao mesmo tempo. Pietro então lhe disse que ela era uma atriz e ele seu empresário.

Estava para perguntar algo sobre os empregos deles quando a garota enfim decidiu se pronunciar no banco. Em sua única frase desde que Valentina havia chegado ali, foi extremamente rude com ela. Sua educação podia ter lhe ensinado que não devia se rebaixar, mas não podia deixar de ficar irritada com aquilo. Pietro ao seu lado se pronunciou, tentando fazer menos da situação e dizendo que "ela era assim mesmo". E isso era algo que lhe deixava bastante irritada. Porque motivo aquela garota achava que podia ser rude daquele jeito a todo o momento? Não respondeu ao Pietro e nem ouviu mais o que ele falou. Também não deu a chance de nenhum dos dois respondê-lo, só sabia que não podia ficar calada.

— Realmente, é uma vista tão bonita... — disse educadamente agora com um sorriso extremamente falso em seu rosto. Fez questão de se virar e observar a linda paisagem que o parque e o lago ofereciam. — Que tal você levantar sua bunda desse banco e ir procurar outro angulo para sua foto? Eu estou tão confortável parada aqui. — disse petulantemente, devolvendo-lhe o sorriso cínico que ela tinha lhe dado a alguns momentos atrás. Apenas voltou a olhar para o homem em sua frente, Stephen. E então voltou seu olhar a Pietro, não querendo que ele ficasse desconfortável com a situação que agora se instalava.

TOM HARDY MADE ME THIS BRACELET



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Stephen Marsh Kowalski em Ter Jun 28, 2016 3:07 pm

S
ad but
True
I'm your hate when you want love
Diferentemente do comportamento soberbo de Behati, Stephen optava por manter um aspecto pontuado pela cordialidade perante as duas figuras recém-chegadas. Nem sempre fora um sujeito capaz de demonstrar essa espécie de habilidade comunicativa a fim de recepcionar as pessoas — seu humor muitas vezes sofria oscilações que fazia-o parecer, de fato, um indivíduo bipolar. Porém hoje o panorama era de otimismo, e o polonês preferia manter-se dessa forma. Cumprimentou Valentina novamente com um breve aceno da mão enquanto exibia-lhe um sorriso simpático. — É um prazer, Valentina. De verdade. — Assim como Pietro, tentava mascarar o desconforto diante da breve rispidez da cena por meio de um semblante a todo instante amistoso. — Ah, nós dois apenas... — começou a dizer, mais para quebrar o passageiro mas incômodo silêncio do que qualquer outra coisa. — Bem, é como você disse... Resolvemos aproveitar a boa aparência da tarde para nos dedicarmos a um dia de folga. Acho que... uma certa pessoa está precisando. — Os olhos dele se reviraram quando Stephen simulou um ar de impaciência na expressão, embora ainda sorrisse.  

Sentia ainda que o clima havia adquirido uma certa aura de aflição. Por um instante, a atenção de Stephen alternou-se entre Behati e depois Valentina. As duas, aparentemente, portavam um quê de insolência dentro de si, e na menor provocação revelada, poderiam deixar-se conduzir pelo orgulho inflado. Pietro provavelmente carregava a mesma percepção que ele. Stephen remexeu-se discretamente, tentando disfarçar a inquietação, e, indo mais além, pretendia novamente abrandar o clima intrigante através de outro diálogo, no entanto... dos lábios de Valentina, a contestação às palavras severas de Behati irrompeu. Tarde demais para tentar reverter o cenário. — Eita... Vai sair da jaula o monstro... — desabafou num sussurro praticamente inaudível. Nessa hora, disparou um olhar alarmado a Pietro que, assim como o próprio Stephen, devia estar tão estarrecido quanto ansioso. Ele, aliás, nem sequer tentaria intervir: meter-se em uma briga entre garotas era basicamente um meio caminho em direção à morte, afinal.




I'm your dream, make you real

I'm your eyes when you must steal

I'm your pain when you can't feel

Sad but true


Stephen Marsh Kowalski
LIVE AND LET DIE

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Behati Wi. Overwinterlage em Sab Jul 02, 2016 1:41 am



Para Behati, a interrupção em uma de suas três paixões, seja por amigos, ou alguém mais próximo a si, era inadmissível, e suas três paixões, eram compras, fotografia e seus momentos de comer e dormir. Soltou um suspiro, tentando manter-se o mais educada possível, já que sua mãe sempre dizia. Estressar-se por situações desnecessárias, não valia a pena, e ainda lhe daria rugas. Tentou não prestar muita atenção na garota que lhe barrava a visão para a foto que queria, e encarou Stephen brava, ao lhe ouvir, erguendo a mão destra, e levantara o dedo médio. ― Vá se foder, Stephen, sabe que meu estresse é tua culpa. ― Revirou os olhos, e fingiu não ouvir a garota, apenas erguendo-se com a câmera em mãos, e andou um pouco, não importando-se se tinha esbarrado na mesma. Então, voltou a atenção para as fotos.

A mente da jovem, estava completamente focada naquilo, ela não desviava a mente daquilo nenhum segundo sequer. Aquilo a fazia não pensar muito em seu noivo que jazia falecido. Ela fechou seus olhos, ainda tirando as fotos, e isso a acalmara, já que faria um álbum com aquelas fotos, e algum dia, talvez, iria folhear ele, e ver as lembranças ali. Quando ouviu a fala de Stephen, ela sentiu seu coração ficar mais pesado, já que naquele momento, todas as lembranças, que tinha de seu noivo, ela sentiu seu rosto começar a tomar uma expressão triste, e isso a fez chorar. ― Não estou com cabeça para discutir, Stephen, hoje não. ― Ela não se impediu, de continuar chorando. Ela tentou não fazer nenhuma besteira, e fechou seus olhos, focando sua mente, nas fotos que queria tirar. Behati tinha se destruído emocionalmente, e não tinha vontade de fazer mais nada, a não ser, chorar.




And Everybody Knows, I'm A Queen And I Rule.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A day in the park —

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum